Ir para o Conteúdo

Newsboard


1 Minuto de Mokuto

por Café com Sensei - 06-Aug-2018

Hoje, 06 de Agosto, dia de lembrar a bomba de Hiroshima.
Peço a vocês, 1 minuto de Mokuto, 1 minuto de silêncio e reflexão sobre o assunto.
Arigatou

*Mokuto - Silêncio





O menino evaporou enquanto brincava no triciclo












 

Gashuku with Senpai Kenzo - Seek Perfection

por Caleb - US/Denver - 02-Aug-2018



Kenzo Senpai had Thomas Senpai and I practice various techniques, on all of them Kenzo Senpai pointed out minor errors in my form. Agh... A wave of frustration hit me after hearing of my mistakes. However, this was replaced by acceptance, determination, and a hint of joy because I now understood some finer details. I thought to myself, "I must train harder, I must seek perfection". Later we moved onto Keiko and it was here I had a good opportunity to focus on Kenzo Senpai´s advice. Even more I could notice the errors in my way but knowing the problem is the start of fixing it.



It was most enjoyable to watch Kenzo Senpai spar with Thomas Senpai, there I could see well executed techniques and proper form. Kenzo Senpai was constantly changing his stance and weapons, peaking my interest to train harder. To have so many options in combat is when things will get truly exciting.

Just speaking casually with such an experienced Senpai helped me to undertand him better and to appreciate his many years of training.

Arigatou Gozaimashita
Caleb - Denver


In Japan with Sensei 1

por Wenzel - Nihon - 28-Jul-2018

THE CLOUDS ARE THE SAME

Minasan, after 13 years I came back to Japan following Sensei in this trip to the Samurai`s land!

We`ve left from Sao Paulo on Monday straight up to the other side of the world!

All of these years, since the first time that Sensei took me to Japan in 2002. I`ve always said that this trip is a "Chinese deal"* (oops), because we`ve paid an expensive air ticket, and then, everything in Japan is expensive, but actually it`s a bargain if considering a journey to the other side of the world!
*"Chinese deal," an expression meaning a good deal.

What should Wenzel (Uenzel*) think about Japan after 13 years? Sensei was curious, would I believe that Japan changed a lot?
I`ve agreed writing a little about this, and I share with all of you some thoughts. I apologize in advance for the size of it.
* "Uenzel" - Sensei kindly pronounces Senpai Wenzel`s name in this way.

The trip is extensive, there`s no other way. Our scale is in London.
(...)



(...)




The clouds are the same



Continues (complete post)

Tags: Viagemjapao,

En Japón con Sensei 1

por Wenzel - Nihon - 28-Jul-2018

LAS NUBES SON LAS MISMAS

Minasan, ¡13 años después vuelvo a Japón acompañando a Sensei viajando a la tierra de los Samurais!

¡El lunes partimos de San Pablo hacia el otro lado del mundo!

En todos estos años, desde la primera vez que Sensei me llevó con el a Japón en 2002, siempre he dicho que ese viaje es un asunto chino (! Ops), pues pagamos un pasaje caro, después de todo, en Japón todo es caro, pero en el fondo es una ganga para ser un viaje a otro planeta!

¿Qué será lo que Wenzel (Uenzel) pensará de Japón 13 años después? Sensei estaba curioso: ¿creería que Japón cambió mucho? Decidí que voy a escribir un poco al respecto, y comparto con ustedes algunos pensamientos, gomen desde ya por el tamaño.

El viaje es largo, no hay manera. Nuestra escala es en Londres.
(...)



(...)



Ahora el día ya aclaró aquí, hora de poner el Kimono y Hakama! as nubes son las mismas




Continues (complete post)

Tags: Viagemjapao,

No Japão com o Sensei 1

por Wenzel - Nihon - 28-Jul-2018



AS NUVENS SÃO AS MESMAS

Segunda feira partimos de São Paulo rumo ao outro lado do mundo!

Nesses anos todos, desde a primeira vez que o Sensei me levou consigo ao Japão em 2002, tenho sempre dito que essa viagem é um negócio da China (! Ops), pois pagamos uma passagem cara, depois, no Japão tudo é caro, mas no fundo é uma pechincha para uma viagem a outro planeta!

O que será que o Wenzel (Uenzel) vai achar do Japão 13 anos depois? Sensei estava curioso: eu acharia que o Japão mudou muito?
Combinei que vou escrever um pouco a respeito, e divido com vocês alguns pensamentos, gomen desde já pelo tamanho.

A viagem é longa, não tem jeito. Nossa escala é em Londres.
(...)



(...)



As nuvens são as mesmas




Continues (complete post)

Tags: Viagemjapao, Egan2019_Ago,
comments   2 of 2

Plínio Marcos - Rio de JaneiroQue presente!
Imagens vivas, experiências compartilhadas!
Um ótimo exemplar do ` Pensar no Outro ` .
Arigatou Gosamaishitá!
(Continues)

Amós Batista - São PauloOhayo gozaimashita, senpai.

Adorei o relato. Arigato gozaimashita por compartilhar tanta coisa para a gente.

Saionara. (Continues)

En Japón con Sensei 2

por Wenzel - Nihon - 28-Jul-2018

EN JAPÓN CON SENSEI 2 - Senpai Wenzel

SENSEI PUNTUALMENTE ADELANTADO

Puntualmente adelantado Sensei golpea una sola vez en la puerta de la habitación. Es señal de que estamos de partida. El momento es de tomar la mochila ya ordenada, saltar en los zapatos preparados frente a la puerta, debidamente apuntados hacia fuera, y alcanzar el Sensei en el pasillo hacia el ascensor.

Con el horario "confuso" todavía, yo había dormido un poco al principio de la noche y luego pasé la madrugada en vela, respondiendo correos electrónicos y escribiendo el primer texto del viaje. A las 5:20 Sensei llamó a la habitación, anunciando que el día reservaba cuatro misiones a resolver, rápidamente enumeró cada una y confirmó que saldríamos a las 6:00.

Fue la hora de terminar de escribir, incluir algunas imágenes y de vestir eñ kimono y la hakama.

Precisamente a las 5:52 siete minutos adelantado, Sensei golpea la puerta. Si golpeara a las 5:53, serían seis minutos más algunos segundos. Para no retrasarse ni estos segundos, los 7 minutos adelantados de Sensei, son tan precisos que tiene unos segundos de sobra. Es lo que llamamos en Niten el Horario de Sensei. "Tenemos en Niten siempre la hora de Brasilia (GMT -3), generalmente marcado en los celulares y tenemos el" horario de Sensei ",los precisos 7 minutos adelantados, que es el horario vigente en el reloj de Sensei. Y eso es lo que vale cuando estamos con Sensei. Especialmente en Gashukus y Shugyos. Sí, a veces es un poco confuso, yo también lo he encontrado bastante confuso. ¿Por qué no mantener un horario sólo y marcar un poco antes ?! Pero justo por esa confusión, acabamos volcando más energía en la percepción del tiempo, tenemos que hacer siempre una pequeña aritmética y nos quedamos más conscientes del tiempo en que estamos actuando. Funciona.

(...)



(...)


Continues (complete post)

Tags: Viagemjapao,

En Japón con Sensei 3

por Wenzel - Nihon - 28-Jul-2018

EN JAPÓN CON SENSEI 3 - Senpai Wenzel

GOOD MORNING VIETNAM!

( o el "tercer y último email de la trilogía de el viaje a Japón con Sensei ”)


“Yesss!...”, “...Yesss!”. Japonés hablando “si” en inglés, es diferente. Es como si fuese un “Hai!”. Sale allá del HARA (entrañas, de la zona por debajo del ombligo, fuente energética del cuerpo, origen del KIAI! ), igual al “hai”, es corto, firme, acabando con Zanshin. Me quedo oyendo y disfrutando de la disposición del joven empleado del mostrador del hotel, con su traje demasiado grande, atender al extranjero: “Yesss!”, “Yesss!”, mientras que Sensei hace nuestro checkin, en nihongo (Idioma japonés), con la confusa recepcionista novata. Todo pasa muy rápido y solícito el desayuno como siempre, pero vinieron cuatro tickets.

El desayuno en Japón es una fiesta, tiene arroz, pescado, misoshiro, conservas, ensalada, nató, huevos y baicon (de brindis a causa de los extranjeros), algas, tofu, dependiendo viene de los frutos de mar, un éxito.



(...)

(...)

Japón/San Pablo, mayo-2018






Continues (complete post)

Tags: Viagemjapao,

Straighten Up Your Ki with Kenzo Senpai

por Matheus-RIO - RJ/Kir jovem - 24-Jul-2018





"Straighten Up Your Ki"

These are the words from Sensei that I think of each time a Senpai comes to visit and train with our dojos here in the United States.

Even after the Senpai has moved on to the next step of their journey, I can see and feel the difference in myself as well as the other students. Our alignment is better.
It is not just in how straight we stand or the technique of our strikes, but instead it can be seen in the whole, how our dojo moves and trains together.

Of course, it takes a lot of work to make this difference; Kenzo-senpai"s visit was no exception!
We had only four full days to enjoy Kenzo senpai"s company and we made the most of it by training every day.

With his positive demeanor and boundless energy, Kenzo senpai worked us through exercises we knew as well as plenty of others we did not.
He demonstrated variations on techniques we had previously touched on and helped us to discover a better understanding of the sword.

During our intensive gashuku on Sunday, Kenzo-senpai also crossed swords with each of the students in shiai.

Of course, this gave them a taste of what awaits them in October, at the World Cup.
Our dojo has a lot of training ahead of ourselves to prepare, but we will bring a strong Kiai all the way from the USA to Brazil!

Arigatou gozaimashita Kenzo-senpai! Otsukare-sama deshita!

Gambarimasu!

Sayounara,
Thomas.






 

Gashuku with Senpai Kenzo

por Kenzo - US/Denver - 16-Jul-2018



Mission Acomplished!

That is my sentiment after this second Gashuku that I have ministrated in the Boulder Colorado Dojo.
One year ago I was leaving Brazil to go on a Mission to improve myself and to help others. That misson took me to Miami, Orlando, Denver, Los Angeles and Japan. Now, with a lot of experiences to share, I came back to a new Boulder Dojo, with some new students, some students that kept practicing since the last time I was here and the always genki* Coordinator Thomas, but everyone a little different than before.

(...)



Continues (complete post)

Shugyo - Impieri

por Niten - blog - 08-Jun-2018

Impieri - Rio de Janeiro
"Yoroshiku Onegaishimasú!

Quanto ao Shugyo, o objetivo principal
que era vencer desafios e, principalmente,
fortalecer o meu Espírito,
sem dúvida foi alcançado.
Saí fortalecido!!!

Domo arigatou pela oportunidade de conviver
com o Sensei, com Senpais e com alunos de
várias Unidades.
Aprendi muito!

Sayounara"
Impieri - Rio de Janeiro








Impieri após Treino no Dojo Itaim




Impieri à esquerda no 16º Toneio de Kobudô

Tags: Shugyo,

Miami Dojo´s 1st anniversary

por Takeshi - US/Miami - 28-May-2018

Mina-san,

I wanted to take a moment to bring to you all, some very special moments I have lived over the last few weeks.

First the Samurai Day, which marks a very meaningful day for all of us traveling the same Bushido Way. A way that has transformed myself and many others following Sensei Jorge Kishikawa´s steps.

Second our Miami Dojo´s 1st anniversary with the official practices. Despite of our very short existence, a wonderful one year endeavor, crossing swords and lives, which you may not have perceived, but has pushed each one of us to a better self. I´m happy we could celebrate this one year awarding Juan Borrero as the Guardian of the Samurai Tradition in Weston.

(...)


Special reunion with Sensei and Colleagues


Juan Borrero receives the Guardian of the Samurai Tradition Certificate


Our Niten/Miami anniversary



Continues (complete post)

Jornal Nikkey - Niten 25 Anos

por www.nikkeyshimbun.jp - Nihon - 19-Apr-2018






Niten 25 Anos
Expandindo o Kobudô 1


Trazendo os Ensinamentos de Miyamoto Musashi ao Brasil


por 山縣陸人 Yamagata Rikuto


¨Niten Ichi Ryu¨, fundado pelo iluminado Miyamoto Musashi.

É deste estilo que o Sr. Jorge Kishikawa (54ª, nissei) tem a graduação Menkyo Kaiden. É tambem fundador do Instituto Cultural Niten (doravante Niten) que completa os esplendidos 25 anos de aniversário.

São aproximadamente 1200 discipulos de oito paises em mais de 70 filiais nas Américas e na Europa compenetrados e treinando com afinco diariamente.
(...)





Continues (complete post)

Tags: Egan2019_Ago, Imprensa, Jornal,

Training with Senpai Wenzel in Colorado

por Thomas - US/Denver - 12-Apr-2018



Superior Dojo was excited to host Senpai Wenzel Bohm, head administrator of the Niten Institute and recipient of the rank of Menkyo in Niten Ichi Ryu.



During the training, Senpai Wenzel challenged our dojo with activities that changed how we think about the sword, and demonstrated a level of technique we can only achieve with true dedication.



Domo Arigatou Gozaimashita to Senpai Wenzel for an amazing visit!


Trained Mind, Body and Spirit

por Caleb - US/Denver - 12-Apr-2018



Senpai Thomas had spoken a lot about Senpai Wenzel weeks before his visit. After listening to what Senpai Thomas had said, I built an image of how Senpai Wenzel would be. However, I was quite surprised when I first saw Senpai Wenzel. Senpai Wenzel did not fit my mental image yet further observation revealed that he was indeed a true swordsman. The way he carried himself was the first sign of a trained mind, body, and spirit.

(...)





Continues (complete post)

Estágio na ADM

por Cardoso - RS/Caxias do Sul - 27-Mar-2018





O estagio na ADM foi uma daquelas experiencias, que são marcos em nossa vida.

Tentei aproveitar ao máximo e absorver o máximo que pude nesses 5 dias que fiquei, precisei voltar antes do estagio, pois irei inciar em uma nova empresa, e como falei para o Sensei em uma conversa com ele, "se nessa nova empresa, eu conseguir aplicar 50% de tudo que vi sobre disciplina, sobre o empenho de todos em alcançar seus objetivos e acima de tudo alcançar o objetivo comum, com certeza serei muito bem sucedido nesse novo desafio."

Tenho muito a agradecer aos Senpais por todos os ensinamentos passados, tanto nos treinos quanto nas atividades na ADM e também pelas correções e pontos a melhorar que foram apontados pelos Senpais.
 E também muito a agradecer ao Sensei, pelas palavras trocadas, pelos ensinamentos passados diretamente por ele e pela garra em fundar e lutar diariamente para manter o Niten sempre forte e poder proporcionar essas experiencias para os alunos.
 
Arigatou Gozaimashita, Sayonara.

 
Cardoso - Caxias do Sul

Training with Senpai Wenzel - Remain True and Humble

por Takeshi - US/Miami - 23-Mar-2018

I am very grateful to Senpai Wenzel for taking the time to visit us and although short I feel we have learned so much with his visit. It is always a joy to welcome any of our Senpais and I continue to be amazed at their knowledge and wisdom. Senpai Wenzel´s visit had a very interesting energy, he was very relaxed and brought this energy into our practive. Senpai Wenzel showed us how there was no need to be tense all the time, he wielded his shinai with no effort.
(...)




Continues (complete post)

Morning Keiko with Senpai Wenzel

por Takeshi - US/Miami - 22-Mar-2018


Warmest way to close the winter in Florida! Morning keiko

Training with Senpai Wenzel - the aura of those that came before us

por Takeshi - US/Miami - 20-Mar-2018



Hi,

My Name is Juan Borrero, I’m one of the members from the Niten Miami Unit/Squad. It is always a time of excitement to hear that Sensei Jorge Kishikawa, or one of our Sempai are coming to visit. The whole unit gets into this mode of training that it is difficult to represent into words. I simply summarize this as being within the aura of those that came before us.

(...)



Continues (complete post)

Niten´s Weston Kenjutsu Group!

por Takeshi - US/Miami - 17-Mar-2018


Yasuke, o samurai negro.

por Baptista - RJ/Rio de Janeiro - 14-Feb-2018




Texto compilado pelo aluno Baptista do Niten Rio

No final de um dos treinos, quando nos foi falado sobre Oda Nobunaga, cheguei em casa e a primeira coisa que fiz foi pesquisar a vida dele para maior compreensão, mas, passando por um desses sites em minha pesquisa, eu me deparei com uma imagem: um desenho em preto e branco de um homem negro ao lado de um homem que pela descrição era o próprio Oda montado em um cavalo. Logo que vi foi como um choque: quem era? Será que a imagem estava errada? Mas atravez de minhas pesquisas descobri a verdade.

Seu nome era Yasuke. O nome "Yasuke" foi-lhe concedido por Nobunaga, mas o motivo e a data não são identificados. O seu nome original não está registrado em nenhuma fonte, não sendo claro se Yasuke é um nome Japonês com base no seu nome original. Alguns estudiosos sugerem que ele era um Makua que se chamava Yasufe, no entanto as apresentadas são pouco conclusivas. Apesar dos Makua não terem tido nenhum contato com os jesuítas portugueses nas ilhas de Moçambique até 1585, ele pode ser membro dos Wayao que estavam começando a contatar com os portugueses, podendo explicar o seu nome, 'Yao' adicionado ao comum Japonês masculino sufixo de nome de 'suke'.

A data de sua chegada ao Japão é 1579, como servo do jesuíta italiano Alessandro Viglignano, um inspetor jesuíta das missões jesuítas nas Índias que seriam a África oriental, sul e leste da Ásia. O escravo acompanhou Viglignano até a capital, em março de 1581, o que causou alguma agitação: várias pessoas foram esmagadas até a morte, enquanto tentavam ver Yasuke. Os Jesuítas temiam que a sua igreja fosse afetada, mas conseguiram evitar o desastre. Toda a confusão chegou ao ouvido de Oda Nobunaga. Essa confusão vinha do templo onde Viglignano e Yasuke estavam hospedados. Oda, ao ficar sabendo da história, expressou o desejo em vê-lo. Suspeitando de que a cor de pele negra era pintada com tinta, mandou que o despissem e que o esfregassem para tirar a sua tinta. Esses eventos foram registrados em 1581 por carta do Jesuíta Luis Frois. Convencido de que ele era de fato negro, Oda pareceu ter ganhado uma admiração por ele e, em algum ponto, embora o momento não seja claro, foi permitido a Yasuke entrar a serviço de Nobunaga (de acordo com os japoneses, este se apresentou a Nobunaga, apesar de os europeus não o mencionarem).

Em alguns relatos antigos, Oda descreve o seu encontro assim: "No dia 23 do 2º mês [Março 23, 1581], uma página negra (黒坊主, "kuro-bōzu") veio dos países cristãos. O homem era saudável e de boa aparência, com um bom comportamento". Além disso, Nobunaga elogiou a força de Yasuke, descrevendo-a como dez vezes superior à dos homens normais. O sobrinho de Nobunaga, provavelmente Tsuda Nobusumi, deu-lhe uma quantia de dinheiro neste primeiro encontro.

Em maio de 1581, os relatos dizem que Yasuke foi com Oda para seu castelo em Azuchi. Segundo rumores populares, ele se tornou um nobre. Matsudaira Letada, descreveu-o como uma pessoa de 6 Shaku 2 (188 cm.) Era negro e sua pele escura como carvão" , se assim for ele tinha uma estatura imponente, tendo em vista os outros japoneses e Nobunaga, que era considerado alto.

É provável que Yasuke se comunicasse em língua japonesa de forma aceitável, talvez devido aos esforços de Valignano para garantir que os seus missionários se adaptassem melhor à cultura local, pois Nobunaga gostava de falar com Yasuke. Ele parece ter-se tornado muito próximo, e foi, talvez, o único "guerreiro" não Japonês que Nobunaga tinha na sua comitiva, o que poderia explicar o seu rápido crescimento em status e classe social. Terá assim sido, por esta altura que, segundo fontes, Yasuke ter-se-á tornado Samurai. O primeiro Samurai Estrangeiro. Os relatos também dizem que Yasuke recebeu uma residência própria, assim como o cerimonial da Katana por Nobunaga, e o próprio Nobunaga atribui-lhe também direito e dever de porte de arma.



Pintura japonesa que representa um grupo de estrangeiros portugueses 


Mas nem tudo foi sakura. Em junho de 1582, Nobunaga foi atacado e forçado ao seppuku em Honnō-ji em Quioto pelo exército de Akechi Mitsihide. Yasuke também estava lá no momento e lutou contra as forças de Akechi. Imediatamente após a morte de Nobunaga, Yasuke juntou-se ao filho e herdeiro de Nobunaga, Oda Nobutada, que tentava impor as suas forças no castelo Nijō. Yasuke lutou ao lado das forças de Nobutada por um longo período, mas foi capturado em batalha pelos soldados de Akechi. Estes perguntaram a Akechi o que fazer com Yasuke. Akechi disse que o homem negro era uma besta e não sabia de nada, e, além disso, ele não era Japonês. Não poderia cometer o Seppuku, de modo que não deveriam matá-lo, mas levá-lo para o Nanban-dera ou nanban-ji(南蛮寺, literalmente, o templo dos bárbaros do sul, forma como os Japoneses se referiam à igreja jesuíta). Dizem que Akechi não o matou por pena. Os negros não eram na verdade discriminados no Japão, eram mesmo admirados, tendo inclusive Buda sido frequentemente retratado como negro em templos Japoneses. No entanto, talvez Akechi não quisesse ofender os Jesuítas, necessitando de todos os amigos que pudesse ter neste momento de turbulência política. Era algo de que não precisavam no momento.

 Batista - Niten Rio de Janeiro








Yasuke - Obra da escultora Nicola Ross Exposta na Fundação Wong, Cape Town, Africa do Sul

comments   1 of 1

Sarrat - NiteróiHistória muito interessante. Acrescento ainda o fato de que a filha de Akechi, Hosokawa Gracia (ou Garasha, para os japoneses) era cristã devota, o que pode explicar a preocupação de Akechi com os jesuítas. (Continues)



Last posts:


topo

Niten Institute International
+55 11 94294-8956
contact@niten.org