Ir para o Conteúdo

Newsboard


Tag  shugyo        Return to all Posts

Shugyo - Impieri

por Niten - blog - 08-Jun-2018

Impieri - Rio de Janeiro
"Yoroshiku Onegaishimasú!

Quanto ao Shugyo, o objetivo principal
que era vencer desafios e, principalmente,
fortalecer o meu Espírito,
sem dúvida foi alcançado.
Saí fortalecido!!!

Domo arigatou pela oportunidade de conviver
com o Sensei, com Senpais e com alunos de
várias Unidades.
Aprendi muito!

Sayounara"
Impieri - Rio de Janeiro








Impieri após Treino no Dojo Itaim




Impieri à esquerda no 16º Toneio de Kobudô

Tags: Shugyo,

Shugyo de Izakiel - Fortaleza

por Niten - blog - 11-Sep-2017

Izakiel ficou em Shugyo (Retiro de treinamento intensivo com o Sensei Jorge Kishikawa e os veteranos da sede do Instituto )
No mês de Setembro, Izakiel escreveu sobre essa experiência de perseverança e superação:





O Shugyo é uma experiência intensa, em meio as tarefas e treinos diários, questionei minha capacidade de continuar.
Com o passar dos dias, percebi que embora as tarefas demandem minha energia, os treinos me recarregavam para o dia seguinte.
 
No Dojô, os Senpais demonstravam sua didática e liderança ao puxar os treinos, colocando tantos alunos em ordem sem baixar a energia do grupo.
A presença do Sensei é o fator mais importante. Com olhar aguçado e experiente, corrige a todos, apontando aqueles detalhes que não pudemos notar.
 
Shugyo também é convivência e cotidiano. Aprender a transportar a mesma energia que alcançamos nos treinos para o cotidiano, seja em nossas ações ou na convivência com outros, é algo dificílimo e vou me esforçar para melhorar neste ponto.
 
Agradeço ao Sensei pelas observações precisas e por partilhar seu conhecimento.
Aos Senpais pelos exemplos de conduta e pelos treinos.
Aos colegas de treino que me possibilitaram avançar no Caminho.
 
Domo Arigatô Gozaimashitá a todos.
 
Izakiel Paz 

Tags: Shugyo,

Shugyo - Fevereiro 2017

por Joé - RS/Caxias do Sul - 06-Mar-2017


Joé desu.
Yoroshiku Onegai Shimasu.

"O nosso maior inimigo somos nós mesmos".
Jargão repetido à exaustão em diversas mídias e, apesar de estar gasto, sua verdade ainda permanece.

Acredito que a raiz da força deste inimigo tão forte seja o fato de sabermos tão pouco sobre ele.
Somos frequentemente surpreendidos por sua astúcia e pelas variadas maneiras que encontra de nos atacar e assim que levantamos, lá está ele, em guarda, esperando um segundo de nossa desatenção para lançar sua próxima ofensiva.
Temer o desconhecido está em nossos instintos básicos e o medo de enfrentarmos nossas falhas alimenta e fortalece ainda mais aquele que já parece invencível.

Nos últimos treinos Sensei nos apresentou aquilo que acredito que seja a chave para darmos vários, (se não todos) os passos necessários para não sermos mais derrotados, ou pelo menos não sermos surpreendidos pelas nossas fraquezas, medos e quaisquer outros fantasmas do passado.
A retidão uma solução simples, assim como todas as boas soluções, mas não por isso que ela se torna fácil.
Cultivar apenas o espírito da retidão em todos os nossos dias, eventualmente eliminará aquilo que desconhecemos de nosso espírito e, talvez um dia, perceberemos que aquele inimigo não era tão forte assim, ou sequer era nosso inimigo, mas sim alguém que nos incentivava a crescer, mesmo que isso representasse o seu fim.

Domo Arigato Gozaimashita Sensei, por direcionar-nos no Caminho.
Domo Arigato Gozaimashita Senpai Wenzel por dar utilidade às minhas orelhas. 

Tags: Shugyo,

Shugyo - Petersen

por Niten - RS/Porto Alegre - 13-Dec-2016

Petersen é Aluno no Dojo Porto Alegre do Instituto Niten,  passou uma semana de  Dezembro em Shugyo* na ADM




"Petersen desu, Yoroshiku Onegai shimasu.

Neste gashuku e shugyo que passei em dezembro, aprendi muito sobre o caminho do Niten e desaprendi muitas coisas erradas que eu achava que sabia.
Esvaziar a xícara diariamente, é isso que o shugyo oferece,
Faz pensar em desistir e fingir que nunca aconteceu e esquecer o que aprendeu e logo depois refaz a vontade de estar aqui, cada vez mais forte.

Fazer mais, aproveitar mais, ser mais, cortar os vícios e o que não serve. Tudo isso despertou em mim depois dessa experiência, de ouvir o Sensei e ter um pouco de visão crítica sobre meu comportamento antes do Shugyo.

O Convívio com os antigos e o Mestre é tudo.
Volto para casa um pouco triste com a despedida, por saber o quanto estar aqui me faz crescer e como ainda tenho muito a aprender com as pessoas daqui.

Volto muito satisfeito com o tempo que passei sendo corrigido, aprendendo os katas, convivendo e escutando diretamente do Sensei ensinamentos para a vida.

Aprendi que a parte mais difícil do caminho são as pessoas, começando por nós mesmos se estivermos fracos no caminho.
É preciso viver a vida intensamente, como os dias de shugyo.

A despedida é difícil por tudo que comecei a aprender, a vontade de aprender ainda mais. A despedida é difícil porque conviver com os grandes é o que nos torna grandes.

Ser um tubarão, não um bagre!!
Boas memórias, despedida difícil.

Arigato Gozaimashita" 
Petersen.





Shugyo = No Instituto Niten, alunos, monitores e coordenadores de todo o Brasil e América Latina desembarcam em São Paulo para períodos de treinamento intensivo com o Sensei Jorge Kishikawa e os veteranos da sede do Instituto.

Tags: Shugyo, Egan2016_dez,

Shugyo do Rovere - Conserto

por Niten - PR/Ponta Grossa - 02-Feb-2016



Fabricio Rovere é Sargento no  Batalhão de Infantaria Blindado  
e Coordenador da Unidade Ponta Grossa/ PR 


"Quando decidi fazer o Shugyo, foi pra mim como ir em busca de algo que a algum tempo já sabia que precisava. Motivos para não ir tinha de montes: falta de tempo, outros compromissos, dificuldades com a viagem, receio de não estar preparado.

Mas eu pensei: -"Se eu for esperar as condições ideais para poder ir, talvez nunca vá".

Então arrumei as malas e fui, porque eu precisava de conserto. Estava quebrado, meu espírito estava cheio de falhas, as quais eu nem conseguia identificar direito. É como aquele barulhinho que aparece no carro enquanto a gente está dirigindo e não conseguimos identificar de onde vem. Com o tempo desistimos de procurar e até nos acostumamos com ele, passa a ser algo natural e nem o ouvimos mais. Mas ele está lá. Quem chega perto se incomoda, embora não consiga identificar também a origem do problema.

Pois bem, não cabe aqui entrar em detalhes sobre o que eu vivi nesses 6 dias, mas de uma maneira bem resumida, posso dizer que convivi com pessoas que me receberam muito bem, com muita tolerância para os meus "barulhos", que me mostraram de várias maneiras onde eu estava errando, muitas vezes sem dizer nada, mas sem nunca deixar passar um erro sem que fosse corrigido.

Algumas dessas pessoas também me proporcionaram situações onde pude eu mesmo identificar minhas falhas, minhas fraquezas e vícios. Algumas ainda fizeram vir à tona esses defeitos, partes podres do meu espírito, que estavam escondidas demais para serem alcançadas.

E por fim, encontrei alguém que com certeza é muito especial. Que possui muitos dons, inclusive o da Percepção, e que conseguiu descobrir no meu olhar o motivo disso tudo, a parte doente do meu espírito e que precisava de conserto.

Domo Arigato Gozaimashitá ao Sempai Wenzel e a todos os Sempais da ADM por terem me recebido, guiado e orientado tão bem durante esses dias em que estive com vocês.

Domo Arigato Gozaimashitá ao Sensei Jorge Kishikawa por ter dedicado tempo e energia para me consertar e me mostrar o Bushido.

Sayounará."  
Rovere - Unidade Ponta Grossa 

Tags: Shugyo,

A Liga - Shugyo do Thaíde

por Niten - blog - 01-Nov-2011

Shugyo de Thaide
A LIGA entra no mundo de quatro comunidades diferentes: Thaíde vive dois dias como um um samurai do Instituto Niten

Parte 1



Parte2



Extras



Por dois dias em agosto abrimos uma exceção e aceitamos o apresentador Thaíde na Sede Administrativa em São Paulo para um Shugyo: treinamento espiritual intensivo.

Normalmente somente alunos graduados com o 6° ou normalmente 5° kyu e acima (segunda ou normalmente a terceira faixa e acima) são aceitos neste tipo de treinamento. A maioria dos alunos já treina com afinco há pelo menos dois anos antes de solicitar poder fazer um Shugyo, ou mesmo ser aceito para um.Muitos nunca chegam a fazer e um tampouco é algo obrigatório para os alunos.
Mas para quem faz este tipo de treinamento, é sempre inesquecível e um marco no Caminho.
O Shugyo de cada aluno que passa pela sede administrativa do Niten em São Paulo é também sempre um pouco diferente um do outro, mas para todos são dias, treinamentos e desafios duros, muito duros e difíceis de serem vencidos.Não foi diferente para o apresentador e rapper Thaíde.
Apesar de terem sido apenas dois dias, foram intensos em cada hora do dia e da noite, e Thaíde, que nunca tinha tido nenhuma aula de espada sequer avançou neles como muitos o fazem apenas após muitos meses de treinamento.
Atividades, treinos, combates, tudo foi real, assim como o empenho do próprio Thaíde, que entrou com tudo nesta experiência.

Tags: Shugyo,


Tag  shugyo        Return to last Posts


    topo

    Niten Institute International
    +55 11 94294-8956
    contact@niten.org